Alimentação para diabéticos: o que comer e o que evitar

Home/Blog/Alimentação para diabéticos: o que comer e o que evitar

A diabetes é uma doença que certamente muda completamente os hábitos alimentares de uma pessoa. Pelo fato do corpo do paciente não conseguir mais ter a mesma efetividade na ingestão dos açúcares, logo de cara você já pode colocar os alimentos que contém essa substância em alerta. Porém, não é só isso. O açúcar também pode estar escondido de outras formas e até em alimentos que nem imaginamos do nosso cardápio semanal.

Sendo assim, se você possui dúvidas sobre a alimentação para diabéticos e deseja saber melhor o que uma pessoa nessa condição pode comer e o que deve evitar, continue essa leitura. Até o final do texto, vamos solucionar todas as suas dúvidas!

o que o diabético pode comer?

Não há como definir uma dieta exata que valha para todos os diabéticos. Um plano alimentar completo só pode ser oferecido por um profissional qualificado que observe as características físicas das pessoas e também os seus níveis glicêmicos e de colesterol. Entretanto, algumas recomendações valem para todos.

É claro que os carboidratos e açúcares são um ponto de alerta e deverão ser evitados em algum nível. Mas, apenas um nutricionista poderá lhe dizer se você deve excluir esse grupos da sua alimentação ou apenas substituí-los em parte. Isso vai depender principalmente do tipo de diabetes que a pessoa possuir.

De todo modo, há duas características que vão permear as principais escolhas de alimentos para quem tem diabetes, que são: baixo índice glicêmico e ser rico em fibras. Alimentos ricos em fibras são sugeridos por aumentar o nível de saciedade.

Já o índice glicêmico, indica a velocidade com que a glicose dos alimentos passa para o sangue. Como os diabéticos possuem dificuldades na produção do hormônio que leva a glicose para as células, o melhor é não ingerir alimentos que façam isso de maneira muito rápida, pois o organismo do paciente não conseguirá absorver a glicose corretamente.

Dando atenção a essas características e evitando os carboidratos, em todas as suas formas, os outros grupos alimentares estão liberados: laticínios, carnes, oleaginosas, frutas, legumes. Mas, em suas versões naturais e não industrializados. Confira abaixo alguns alimentos que não podem faltar na sua alimentação.

Alimentação para diabéticos

Grãos integrais

Grãos integrais como Chia, Linhaça, Quinoa são verdadeiros aliados ao estilo de vida saudável. Ricos em fibras, eles promovem a saciedade e reduzem as taxas glicêmicas no sangue.

Verduras e legumes

Quanto a esse tipo de alimento, não há limitações. A ideia aqui é investir na variedade. Quanto mais cores o seu prato possuir, mais nutrientes, como fibras, vitaminas, minerais e antioxidantes, ele também terá.

Peixes

Entre as carnes brancas, os peixes são os mais indicados, porque são mais nutritivos e ricos em gordura boa. Alguns exemplos desses peixes são: a sardinha, truta e o salmão. Mas, é preciso tomar cuidado, pois esses peixes são calóricos.

Gorduras saudáveis

Quando se fala em gordura, normalmente já se acende o sinal vermelho. Porém, não se deve entender a gordura em si como algo ruim. Ela é importante para a síntese de hormônios e também é uma importante fonte de energia. O importante é consumir as versões saudáveis dela.

Frutas para diabéticos

As frutas são alimentos essenciais para quem tem diabetes, principalmente aquelas que possuem bagaço, pois são ricas em fibras e garantem maior saciedade. Mas, não se engane. Embora sejam saudáveis, elas possuem carboidratos, por isso não podem ser consumidas sem moderação. Confira agora algumas indicações para você manter sempre na sua lista de compras e consumir de 3 a 4 porções na sua dieta.

Maçã

A maçã tem na casca uma fibra chamada pectina, que é importante para o controle da glicemia e para reduzir o colesterol. Além disso, é uma importante fonte de vitaminas.

Abacate

O abacate também é uma excelente opção para diabéticos, por ser uma fruta que quase não possui açúcar em sua composição. Ele também é uma das melhores fontes de gordura boa que torna o processo de absorção dos alimentos mais lento, o que é ótimo para quem possui a doença. Porém, deve ser consumido com cuidado, porque é muito calórica.

Limão

O limão é uma fruta rica em ácido cítrico e ácido ascórbico, dois elementos que geram múltiplos benefícios para o corpo. Um deles é que ajuda a evitar hemorragias, ótimo para os diabéticos, já que possuem dificuldade na cicatrização. Outro vantagem é que ele diminui a viscosidade do sangue, algo muito importante nesse caso, pela predisposição a trombose que a diabetes traz.

Coco

Ter um coco por perto é sempre uma boa ideia para os diabéticos. A sua gordura reduz a saciedade e as inflamações, além disso ele é um alimento que reduz a carga glicêmica. Ou seja, uma ótima pedida.

Como foi possível perceber, a alimentação para diabéticos deve ser controlada, para evitar que a doença avance e cause algum mal ao paciente. Contudo, não é o fim do mundo. Com um pouco de criatividade e auxílio especializado, é possível obter uma alimentação saudável e variada, para continuar saboreando a vida.

2019-03-15T12:11:23-03:00 15 de março, 2019|Blog|0 Comentários

Deixe um comentário